Publicado em Meditações

Salma Hayek: “não gosto do jeito como a Bíblia vê as mulheres”


Atriz Salma Hayek critica sexualidade bíblica

por Viviana Chaves

A edição de maio da revista Marie Claire americana está causando polêmica nos Estados Unidos. O veículo publicou uma entrevista com a atriz mexicana Salma Hayek, na qual ela revela não ser fã da Bíblia cristã.

A atriz declarou que detesta a forma como a Bíblia se refere às mulheres. Para ela, o livro trata o grupo feminino com desrespeito.

Apesar das críticas, Hayek disse que acredita em Deus e em Jesus Cristo, no entanto sempre teve problemas com as Sagradas Escrituras.

Além de achar que a Bíblia desrespeita as mulheres, a mexicana entende que o livro trata o sexo como algo “sujo”.

“Não gosto do jeito como a Bíblia vê as mulheres, com esse negócio da Virgem Maria ter concebido uma criança sem fazer sexo. Então, se você concebe uma criança tendo feito sexo, há uma mensagem subliminar de que há algo sujo nisso”, diz em trecho da entrevista.

Segundo a atriz, “a possibilidade de criar outra vida deve lembrar às mulheres de que elas são criadoras e que foram feitas à semelhança de Deus. Não há nada mais importante do que criar outro ser humano. É por isso que nós somos divinos”, completou Salma Hayek.

Reportagem por
Viviana Chaves

Anúncios

Autor:

Pastor Titular da Igreja Caminhar em Cristo em Curitiba/PR - Brasil

6 comentários em “Salma Hayek: “não gosto do jeito como a Bíblia vê as mulheres”

  1. ñ precisa me pedir p/ fazer o q ja fiz caro pastor… ja li atentamente e c/ calma … na vdd ja tinha lido essa entrevista antes de ver o seu blog, na vdd cheguei acidentalmente aqui.

    é bonito ver como vc diz: “Onde está a banalização? No “querer dominar” o outro! Enquanto, Jesus, nos ensina a amar o outro como a si mesmo.
    Onde está a banalização? Em “querer culpar” o outro!”

    puxa pastor, quem lê isso nem imagina q quem ta falando é uma das pessoas q + tenta dominar e culpar o outro! pois é isso q cristãos fazem desde que se iniciou o cristianismo, perseguindo, condenando, ferindo (fisica, mental e moralmente), matando, usurpando valores e DETURPANDO CONCEITOS, sim, quem deturpa as coisas são vcs cristãos, q até matam em nome de alguem q veio ensinar o AMOR,
    VCS banalizaram alguem q veio ensinar q todo mundo é igual e somos imagem e semelhança de DEUS … ñ sou cristã, embora admiro demais esse ser iluminado q tentou ensinar algo de bom ao ser humano … e VCS CRISTÃOS ?simplesmente mudam td o q foi dito e ensinado (sim, pq vcs julgam, tentam dominar, tentam fazer lavagem cerebral, roubam – Jesus ñ cobrava pelos milagres q fazia – vcs cobram até em ouro dos fieis …e esses sim são pessoas desinformadas, manipuladas, dominadas (fantoches), q entregam até o salario p/ igreja achando q estão comprando 1 pedacinho do céu (pq é isso q vcs dizem), pois ja fui em algumas igrejas evangelicas e é isso q a gente escuta… sabe pq msm ñ sendo cristã ja visitei igrejas cristãs?! pq antes de opinar eu gosto de conhecer … ou seja, ñ sou desinformada!

    s/+
    e obrigada pelo comentario querido RdeR abraço

  2. Caro pastor,
    … NÓS MULHERES SOMOS DEUSAS SIM E SE VC (VC SIM, PQ DE ACoRDO COM SEU RELATO DO Q A PALAVRA SENHOR SIGNIFICA, VC P/ MIM É APENAS VC, Ñ É MSM?!) TIVESSE RESPEITO E ADMIRAÇÃO PELA SENHORA SUA MÃE (SENHORA SIM, DE ACORDO C/ O Q FOI DITO ACIMA!) SABERIA Q NÓS MULHERES SOMOS DEUSAS PORTADORAS DO PODER DA VIDA, DA GERAÇÃO (c/ uma pequena participação dos homens é claro… pq se o mundo foi realmente feito por esse Deus supremo q vcs acreditam, foi feito em equilibrio, então todos somos divinos sim, e o SEXO é uma coisa divina SIM … ) mas eu até te entendo caro pastor … como diria minha mãe q é uma DEUSA (POIS ME GEROU, CRIOU, EDUCOU E ENSINOU O Q É A VIDA E QUAL É A FORMA + BELA DE VIVE-LA) : “AS PESSOAS SÓ CONSEGUEM ENTENDER AQUELES QUE ESTÃO NO MSM NÍVEL DE EVOLUÇÃO OU ABAIXO, JAMAIS QUEM ESTÁ ACIMA!!!!” … POR ISSO, CARO PASTOR: HÁ MUITO MAIS ENTRE O CÉU E A TERRA DO Q JULGA SUA VÃ FILOSOFIA!! AHH CASO QUEIRA SABER … O Q SINIFICA MEU NOME, PERSEFONE É O NOME DA DEUSA GREGA DA ESPIRITUALIDADE …

    ñ julgue sua crença como vdd absoluta … até msm pq existiram muitas antes dela (como a grega), o seu SENHOR por ex. era de outra cultura e outra religião, ou vc ñ sabia disso? o mundo ñ evolui por culpa de seres como a VOSSA pessoa!

    atenciosamente,

    UMA DAS DEUSAS DESSE MUNDO CHAMADO PLANETA TERRA (AHH e posso te garantir q JESUS CRISTO jamais desrespeitou ou tentou humilhar nenhuma delas, nem msm uma q todos queriam apedrejar e ELE ñ permitiu… pois reconheceu a DEUSA q ali existia!)

    PERSEFONE

    1. Querida persefone:

      Sem tentar ser invasivo, chamo-a de querida, pois não há como deixar de querer bem uma mulher que demonstra consciência de sí com tanta segurança.

      O que vc escreveu é sem dúvida um retrato sem retoques da realidade que deve permear a mente de todas as mulheres, principalmente aquelas que estão sob o jugo religioso onde são forçadas a acreeditar serem responsáveis pelo sofrimento da humanidade, por culpa da sua ancestral número um ter induzido os homens ao pecado – coisa vergonhosa pensar que em dias atuais existem homens engravatados com um livro preto – uma verdadeira colcha de retalhos – esbravejando contra a dignidade das mulheres.

      Parabéns, você é digna do nome e de ser uma deusa, geradora de vida. Digo isto com a certeza de quem conhece biológicamente todo o complexo processo do desenvolvimento de uma nova vida, este processo do qual apenas o corpo das adoráveis mulheres detém o potencial.

      1. Olá Vicente!

        Também acho que homens engravatados ou não (esta questão é cultural, ocidental) tentam desvalorizar a mulher ainda hj, até mesmo utilizando do livro preto (Bíblia – que hj já existem com muitas cores).
        Também concordo com a colcha de retalhos, que utilizam para provar ou tentar provar seus interesses de domínio sobre as mulheres (exploração).
        E até no livro preto (Bíblia) existem relatos sobre sermos ou não deuses, conforme o Salmo 82:
        1 … É Deus quem preside à assembléia divina; no meio dos deuses, ele é o juiz.
        2 “Até quando vocês vão absolver os culpados e favorecer os ímpios?…
        3 “Garantam justiça para os fracos e para os órfãos; mantenham os direitos dos necessitados e dos oprimidos.
        4 Livrem os fracos e os pobres; libertem-nos das mãos dos ímpios.
        5 “Eles nada sabem, nada entendem. Vagueiam pelas trevas; todos os fundamentos da terra estão abalados.
        6 “Eu disse: Vocês são deuses, todos vocês são filhos do Altíssimo.
        7 Mas vocês morrerão como simples homens; cairão como qualquer outro governante.”
        8 Levanta-te, ó Deus, julga a terra, pois todas as nações te pertencem

        Sabe Vicente, o assunto destes comentários acabaram mudando.

        O assunto principal que me motivou a escrever é “a banalização da dignidade da mulher pela falta de conhecimento bíblico”, quando Jesus implanta o Reino de Deus, eleva a condição da mulher que era em sua época totalmente desprezada.

        E o que nos chama a atenção, é a falta deste conhecimento, declarada pela atriz em destaque e amplamente discutido em vários meios.

        Até mesmo, algumas igrejas e alguns pastores desconhecem este assunto, por isso, como Cristão e sendo Pastor, resolvi ensinar, através deste blog, aos meus leitores, irmãos e amigos, como a Palavra de Deus ensina e destacar que ainda prevalece esta ignorância em muitos pensamentos.
        Alguns preferem atacar os pastores, os líderes, as igrejas, por puro prazer de “ser contrário” ou de ser “rebelde” – buscam banalizar e deturpar qualquer que seja o assunto; e para isso, precisam disfocar do principal e “inverter” o que se está estudando naquele momento.

        Banalizar!

        Onde está a banalização? No “querer dominar” o outro! Enquanto, Jesus, nos ensina a amar o outro como a si mesmo.
        Onde está a banalização? Em “querer culpar” o outro! Enquanto, Jesus, nos ensina que cada um de nós é responsável pelo próprio pecado!
        Onde está a banalização? Em “querer controlar a própria vida”! Enquanto, Jesus, nos ensina que é Ele o Senhor da Vida!

        A grande tentativa da banalização é tentar passar por cima das acusações do pecado! Gritam: “Não existem pecados!” e os extremistas chegam a dizer “Deus não existe!”. São fórmulas para fugir das acusações do pecado. Pecado é toda a ofensa contra Deus. Pecado é ofender a Deus, por tudo o Ele faz.

        A atriz, em foco, faz exatamente isso: ensina aos seus leitores, através das suas respostas à entrevista, que os ensinos de Deus são questionáveis e poderão ser mutáveis. Satanás, propôs exatamente isso! No Éden, ele afirmou essa possibilidade, resultado – Adão e Eva, caíram em pecado. Ofenderam a Deus! Desobedecendo a sua ordem, pecaram.

        Não tinha nada com sexo, era a desobediência ao Senhorio de Deus!

        Somos deuses?

        Observe o contexto e como Jesus coloca esta expressão:

        João 10:22-42
        Celebrava-se a festa da Dedicação, em Jerusalém.
        Era inverno, e Jesus estava no templo, caminhando pelo Pórtico de Salomão.
        Os judeus reuniram-se ao redor dele e perguntaram:
        “Até quando nos deixará em suspense? Se é você o Cristo, diga-nos abertamente”.
        Jesus respondeu:
        “Eu já lhes disse, mas vocês não crêem.
        As obras que eu realizo em nome de meu Pai falam por mim, mas vocês não crêem, porque não são minhas ovelhas.
        As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem.
        Eu lhes dou a vida eterna, e elas jamais perecerão; ninguém as poderá arrancar da minha mão.
        Meu Pai, que as deu para mim, é maior do que todos; ninguém as pode arrancar da mão de meu Pai.
        Eu e o Pai somos um”.
        Novamente os judeus pegaram pedras para apedrejá-lo, mas Jesus lhes disse:
        “Eu lhes mostrei muitas boas obras da parte do Pai. Por qual delas vocês querem me apedrejar?”
        Responderam os judeus:
        “Não vamos apedrejá-lo por nenhuma boa obra, mas pela blasfêmia, porque você é um simples homem e se apresenta como Deus”.
        Jesus lhes respondeu:
        “Não está escrito na Lei de vocês: ‘Eu disse: Vocês são deuses’?
        Se ele chamou ‘deuses’ àqueles a quem veio a palavra de Deus (e a Escritura não pode ser anulada), que dizer a respeito daquele a quem o Pai santificou e enviou ao mundo?
        Então, por que vocês me acusam de blasfêmia porque eu disse: Sou Filho de Deus?
        Se eu não realizo as obras do meu Pai, não creiam em mim.
        Mas se as realizo, mesmo que não creiam em mim, creiam nas obras, para que possam saber e entender que o Pai está em mim, e eu no Pai”.
        Outra vez tentaram prendê-lo, mas ele se livrou das mãos deles.
        Então Jesus atravessou novamente o Jordão e foi para o lugar onde João batizava nos primeiros dias do seu ministério.
        Ali ficou, e muita gente foi até onde ele estava, dizendo: “Embora João nunca tenha realizado um sinal miraculoso, tudo o que ele disse a respeito deste homem era verdade”.
        E ali muitos creram em Jesus.

        Eu quero destacar – “ele chamou ‘deuses’ àqueles a quem veio a palavra de Deus”! Naquele contexto, eram os próprios judeus, que não obedeciam a Palavra de Deus. Porém, se fixaram em seus próprios conhecimentos desprezando totalmente a Palavra de Deus quanto ao Senhorio de Jesus, como Salvador e Senhor de suas vidas.

        O centro desta questão é o Senhorio de Jesus!

        Estou à sua disposição!

        Agora, só para descontrair – vc usa gravata? ou terno preto? vc tem uma Bíblia?

        um grande abraço

        Pastor Derville

    2. Persefone

      Leia este artigo novamente, mas com calma. A autora do artigo apenas relata e traduz o assunto em pauta!
      Eram notícias de 2007!!!
      Por isso, achei interessante publicar. Não seria interessante vc contatá-la?
      Foram vários sites reproduzindo estas frases da entrevista:
      http://www.cinemacomrapadura.com.br/noticias/6504/salma_hayek_e_contra_a_visao_da_biblia_sobre_as_mulheres&cid=1103723606&ei=H9I-RvqZB5Lo0QGw7s2zAw
      http://ofuxico.terra.com.br/materia/noticia/2007/04/30/salma-hayek-nao-gosta-como-a-biblia-trata-as-mulheres-49836.htm
      entre outros …

      ou ainda no site original da entrevista:
      http://www.marieclaire.com/celebrity-lifestyle/celebrities/interviews/salma-hayek

      Quanto em quem vc crê, não discuto – é um problema seu!
      Este blog é para divulgar e ensinar o pensamento cristão – este problema é meu!

      Pastor Derville

  3. Resolvi publicar este texto, que reflete muito bem o pensamento atual – sobre Jesus, Bíblia e igreja.

    Quem é o Senhor da sua vida? Pela reportagem acima, a celebridade se diz “deusa”! ou Senhora de si mesma.

    Mas, vc tem um Senhor sobre a sua vida?

    O que é um senhor?
    Um senhor é aquele que tem poder e autoridade sobre outras pessoas. Senhor é algumas vezes usado como título por pessoas em posição de poder. No governo da Inglaterra há a Casa dos Senhores.

    Usamos senhor em conjunção com a autoridade que vem com a propriedade. Nós a chamamos de senhorio. Não é incomum ouvir a palavra senhor em círculos religiosos, mas o que as pessoas querem dizer quando usam essa palavra?

    As pessoas falam em servir o Senhor, pôr o Senhor em primeiro lugar, e em fazer de Jesus o Senhor de suas vidas, mas o que tudo isso significa?

    Às vezes o jargão religioso perde seu valor porque é falado freqüentemente por muitos sem entendimento do seu significado.

    Deus é Senhor.

    Jesus se refere ao Pai como Senhor do céu e da terra (Lucas 10:21). Isto tem sentido se entendemos que Deus é o criador de tudo. Ele fez tudo. Ele possui tudo. Ele é Senhor de tudo.

    O apóstolo Paulo se refere a ele como Rei dos reis e Senhor dos senhores (1 Timóteo 6:13-16). Senhor significa que ele tem autoridade. Senhor de todos significa que Deus tem toda autoridade. Possuir toda autoridade é a marca da divindade.

    Interessante, o título “Senhor” também é usado para Jesus.

    O apóstolo Pedro entendeu e ensinou que Jesus é Senhor de todos (Atos 10:34-36).

    O apóstolo João revela que Jesus usa o mesmo título que seu Pai (Apocalipse 17:14; 19:11-16).

    Jesus é Senhor!

    Ele é Senhor de todos. Ele tem a marca da divindade. Não admira que o apóstolo Tomé, ao ver Jesus ressuscitado, dissesse-lhe: “Senhor Meu e Deus Meu!” (João 20:24-29).

    Jesus é Senhor de quem?

    Freqüentemente ouvimos pessoas falarem da necessidade de fazermos de Jesus Senhor de nossa vida!

    Jesus é Senhor de nossa vida! Nosso reconhecimento de Jesus como Senhor não o torna mais Senhor do que nossa confissão de que ele é o Filho de Deus faz dele Filho de Deus.

    Jesus é Senhor de senhores quer o confessemos, quer não.

    Paulo escreve que Deus exaltou Jesus para que ao seu nome todos os joelhos se dobrassem e toda língua confessasse que Jesus é Senhor (Filipenses 2:9-11). Ele é nosso Senhor quer admitamos isso, quer não, mas, se não o admitirmos agora, admiti-lo-emos diante do trono de julgamento de Deus (Romanos 14:9-12).

    Jesus é seu Senhor? A resposta é sim.

    A questão é: você se submeterá a Jesus como Senhor? Só você pode responder isso. Jesus disse que a maioria rejeitaria o caminho da justiça (Mateus 7:13-14).

    Contudo, haverá ainda muitos que declararam Jesus como Senhor que então serão rejeitados por ele. “Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? E então lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade” (Mateus 7:22, 23).

    Por quê? Porque ” nem todos que diz: Senhor, Senhor! entrará no reino do céu, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que estás nos céus” (Mateus 7:21).

    Confessar Jesus como Senhor não é pronunciar meramente as palavras, mas submeter-se à vontade do Senhor. Praticar o que é contra a lei do Senhor é deixar de fazer sua vontade.

    Isto dá maior significado ao encargo de Jesus, “Toda autoridade me foi dada no céu e na terra (issto soa como um Senhor). Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações (Como?), batizando-os em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as cousas que vos tenho ordenado” (Mateus 28:18-20).

    Discípulo é o que foi batizado. Discípulo é o que se submete a Jesus como Senhor.

    Jesus é seu Senhor. Você se submeteu ao seu senhorio?

    um grande abraço

    Pastor Derville

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s