Publicado em Meditações

Você busca o conforto?


Buscando Conforto na Vida
Por Jim Mathis
   
Alguns amigos nossos fizeram uma pausa no seu passeio de bicicleta e pararam na nossa cafeteria. Enquanto conversávamos, comentaram que fora uma “pedalada e tanto” percorrer 3,2 km de sua casa até o Café. Como eu já percorri de bicicleta mais de 160 km num único dia, em mais de uma ocasião, não concordei muito com esse “grande” esforço.
 
Na Europa andar de bicicleta faz parte do modo de vida de muitas pessoas. Se não estão indo de um destino para outro, os europeus dirigem suas bicicletas, pouco preocupados com quantos quilômetros irão percorrer. Em Amsterdã, as chances de um pedestre ser atropelado por uma bicicleta são maiores do que por um automóvel. O mesmo ocorre em várias partes da Ásia.
 
Quando meus amigos foram embora fiquei ainda menos impressionado com a façanha deles. Notei que eles tinham o que comumente se chama “bicicletas de cruzeiro”, ou seja, do tipo que tem pneus largos, selim grande e macio, guidão horizontal e poucas marchas.  
 
Possuo uma bicicleta faz algum tempo e, embora ela não exiba uma tecnologia avançada, possui pneus estreitos para reduzir a resistência de rotação, guidão inclinado para melhor distribuição do peso e melhor aerodinâmica, selim estreito, mais confortável em longas distâncias, e marchas com 12 opções de velocidade, tanto para colinas como outros tipos de terreno. Minha bicicleta, diferentemente das de meus amigos, foi concebida para oferecer eficiência e praticidade e não conforto e relaxamento. 
 
Esse contraste me pareceu conter uma lição de vida. Às vezes, procurar pelo mais confortável pode não ser o melhor caminho, quer estejamos guiando uma bicicleta, realizando um trabalho ou tentando ser bem-sucedido na construção de um casamento ou de uma família.
 
Assim como pedalar uma bicicleta pesada com selim macio, em comparação com uma leve e sensível, adotar o caminho mais fácil pode resultar em satisfação muito menor ao final da viagem. Deus não planejou que estivéssemos confortáveis o tempo todo. Na Bíblia lemos esta afirmação surpreendente:
“Também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter  aprovado, esperança” (Romanos 5.3-4).  
 
Mais adiante a Bíblia declara: “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros, e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma” (Tiago 1.2-4).  Creio que Deus espera que abordemos a vida com entusiasmo, prontos e dispostos a confrontar e vencer desafios, experimentando a satisfação que vem de lidar com dificuldades. 
 
Quer você se dê conta ou não, a poltrona reclinável e super-macia e o enorme aparelho de televisão podem ser barreiras em nossa busca de uma vida mais plena de contentamento e satisfação. Precisamos nos espreguiçar e enfrentar o desconfortável.
 
Como a bicicleta de aparência desconfortável, guidão inclinado e pneus estreitos, o caminho que oferece maior resistência provará ser mais satisfatório na longa distância.

Questões Para Reflexão ou Discussão
 
. Se você fosse descrever sua abordagem costumeira de vida, ela seria mais como a bicicleta de pneus largos, assento e guidão confortáveis, ou como a de Jim Mathis , de pneus estreitos, guidão rebaixado e selim pequeno, própria para longas distâncias? 
 
. Por que você acha que a maioria de nós deseja evitar desafios e obstáculos difíceis, em vez de confrontá-los diretamente e batalhar para vencê-los? 
 
. Você é capaz de lembrar de uma experiência recente em que permanecer na zona de conforto não era a melhor opção e você não tinha outra escolha a não ser encarar uma grave provação ou desafio? Qual foi o resultado disso? Essa situação contribuiu para o seu crescimento em alguma área de sua vida? 
 
. Os versos da Bíblia citados nos estimulam a “considerar motivo de grande alegria” o passar por diversas provações e “nos gloriarmos nas tribulações”.  Você acha isso realista? Por quê? 
 
Se desejar conhecer outras textos da Bíblia relacionados com o tema, veja: Provérbios 12.1; 20.30; Isaías 41.10; Jeremias 29.11-13; Hebreus 12.4-11.

Anúncios

Autor:

Pastor Titular da Igreja Caminhar em Cristo em Curitiba/PR - Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s